Como fazer o casamento de um budista e uma cristã

Havia um estudante que morava no templo enquanto estava na universidade, prática comum no Enkakuji até hoje. Ele voltou de um intercâmbio na Alemanha e falou que iria se casar, o que era bom, mas tinha um problema. A sua noiva era cristã e queria fazer a cerimônia numa igreja, enquanto ele queria o estilo budista. O estudante perguntou ao Yokota o que fazer.


Yokota disse que se ele realmente amava a sua noiva, que ele casasse na igreja. Isso não significa desistir do Zen. O estilo de vida do Zen é pensar no outro e deixá-lo livre. Para não haver choque entre formas, ser como o ar. Isso é Mushin (ausência de pensamentos).


E ainda, fazendo isso com a sua noiva, podia ser que ela depois ficasse interessada em saber o que é a meditação que o estudante fazia, e viesse meditar. Foi dito e feito.


O detalhe que nos foi revelado foi que esse estudante então convidou o Yokota para ir à cerimônia de casamento na igreja. A princípio Yokota ficou surpreso, mas mantendo a coerência com o seu conselho, ele foi.


Pesquisando mais, fiquei sabendo depois que existem padres como o William Johnston que praticam meditação nas suas igrejas. Com tanto conflito religioso no mundo, é bom saber que há pessoas com o verdadeiro espírito religioso eclético (de reunir o melhor). Que elas aumentem. Gassho (juntar as mãos em frente ao peito) e Amém!


-oOo-

E você, o que acha da convivência entre pessoas de fé diferente? Por que? Deixe seu comentário mais abaixo.

Até a próxima e fique Zen!

Ps: gostou e quer apoiar o blog? Compartilhe:


TUDO ZEN?

Histórias em quadrinhos divertidas, estéticas e profundas sobre o Zen Budismo, publicadas em 7 idiomas, agora também em português. A sabedoria japonesa em quadrinhos, nas suas mãos!

*Respeitamos sua privacidade e oferecemos emails exclusivos

©2019 Tudo Zen? - Angelo Mokutan

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram