O que são as Palavras Zen?

Na sociedade caótica em que vivemos, às vezes uma palavra é como um facho de luz na escuridão. As Palavras Zen foram recolhidas de insights profundos e tem o distinto poder de apaziguar o espírito.


Mesmo possuindo-se muitos bens materiais, o coração continua com um vazio. Acredito que esse seja o retrato da nossa era. Qualquer um gostaria de viver em paz, mas há muito medo e dúvida.


As Palavras Zen são utilizadas ora para guiar o aspirante, ora para representar o estado de Iluminação. No Japão, essas palavras são vistas no formato de compilações, desde meados do século 15, como é o caso do Zenrinkushuu e, atualmente, em trabalhos de caligrafia que adornam recintos especiais.


As Palavras Zen não são necessariamente criadas por monges, podendo ser citações de outros clássicos que não fazem parte da literatura Zen. As palavras podem vir de outras literaturas budistas, Analetos de Confúcio, clássicos chineses como o Zhuangzi (um dos dois textos fundamentais do Taoismo), compilações de poemas como o Quan Tangshi, e até livros de história como o Shiji.


A maioria das Palavras Zen não são compreendidas quando lidas isoladamente. O mesmo acontece com as palavras comuns que usamos no dia-a-dia, por exemplo: isolemos a expressão “dar um jeito na escrivaninha”. O significado seria “arrumar as coisas em cima da escrivaninha” ou “mudar a escrivaninha de lugar para arrumar o recinto”? Não dá para se saber. O significado só será entendido quando essas palavras estiverem dentro de uma frase ou um texto.


Da mesma maneira, as Palavras Zen são extraídas de diálogos e ensinamentos, portanto não é possível compreender o seu significado exato somente com a leitura. Para se desfrutar do significado real delas, é importante compreender a essência do Zen, e o contexto em que tais palavras foram utilizadas.


É importante ressalvar que em alguns Koans (exercícios para se aproximar da Iluminação) o significado das Palavras Zen é propositalmente descartado. O Zen é “Furyumonji”, ou seja, incompreensível por palavras. Deve-se aprender com o coração.


Porém não podemos desprezar as palavras, nos templos Zen elas estão por todos os lados. As Palavras Zen concentram nelas a sabedoria dos nossos antepassados. “Viver dessa forma é bom” é a mensagem transmitida por elas, como um farol durante a tempestade. Por isso, as Palavras Zen são um bom tema de reflexão quando perdemos de vista o sentido da vida. Somos preenchidos pela sabedoria que há nelas, e podemos dar mais um passo à frente com o espírito mais apaziguado.


Não é porque você aprendeu algumas Palavras Zen que você vai logo sentir um resultado, digamos, iluminador. Porém, com certeza algo dentro de você vai começar a mudar, e essa mudança aos poucos será refletida no seu exterior.


Eu ainda não sou um especialista em Palavras Zen, mas adimiro-as, ora me espantando ora me envergonhando, sempre aprendendo alguma coisa. Por isso gostaria de compartilhá-las com você e todas as outras pessoas que busquem essas gotas de sabedoria no deserto de ignorância dos nossos tempos.


Aqui no Tudo Zen Quadrinhos, essas palavras são apresentadas de maneira descontraída e introdutória, mas deixando uma porta aberta para a profundidade contida nelas. Nunca é demais lembrar que, como qualquer palavra, as Palavras Zen só serão bem compreendidas quando você vivê-las.


Boa leitura e boa vivência,


Angelo Mokutan


-oOo-

E você, o que acha das Palavras Zen? Deixe seu comentário mais abaixo.

Até a próxima e fique Zen!

Ps: gostou e quer apoiar o blog? Compartilhe:


TUDO ZEN?

Histórias em quadrinhos divertidas, estéticas e profundas sobre o Zen Budismo, publicadas em 7 idiomas, agora também em português. A sabedoria japonesa em quadrinhos, nas suas mãos!

*Respeitamos sua privacidade e oferecemos emails exclusivos

©2019 Tudo Zen? - Angelo Mokutan

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram