O tempo para cada coisa - karotosen



Personagens da história:


Noriko: uma adolescente caprichosa

Ishida: colega de classe da Noriko

Koji: padeiro, pai da Noriko



Chefe da turma: - Resultado da audição do papel da Vendedora de Fósforos para o teatro do Festival de Cultura.

Chefe: - A Ishida foi elegida.


Noriko: - Que inveja!

Chefe: - Noriko, sua atuação foi boa, mas talvez enérgica demais. Colega: - Foi uma vendedora de fósforos bem empenhada...

Chefe: - A Ishida foi tão frágil... Colega: - Né? Eu acabei chorando! Noriko: - Seus insensíveis...

No Festival de Cultura: clap, clap, clap....

Noriko: - Parabéns. Ishida: - Obrigada! Não desista, haverá outras oportunidades.

Noriko: - Será? Ishida: - Claro que sim!

Noriko: - Ai... vou persistir e treinar vocalização em casa, então...

Senhora: - Quantas vezes tenho que repetir?

Senhora: - Parem com essa gritaria! Vocês incomodam a vizinhança toda! Koji: - Perdão, falarei com a minha filha.

Koji: - Chegou na hora certa! Preciso que você anuncie a promoção dos pães. Meu assistente ficou resfriado e não pôde vir. Noriko: - O quê? Eu sozinha?!

Noriko: - Eu nunca fiz isso antes! Koji: - Mas você vê isso todo dia, certo? Conto com você até as 7.

Noriko: - Bem, er...

Noriko: - Olha o pão... pão gostoso...

Noriko: - Putz, não estou vendendo nada!

Noriko: - Olha o pão gostoso!!!

Jovem: - Que promoção boa! Quero um.

Noriko: - O, obrigada...

Noriko: - Olha o pão gostoso! Tá baratinho!

Senhor: - Parece gostoso, vou levar esse. Noriko: - Obrigada!

Noriko: - Olha o pão em promoção! Barato, fofinho e gostoso! Estudante: - Me dá um. Mulher: - Também quero!

Koji: - Incrível!

Koji: - Você conseguiu vender tudo! Vem me ajudar amanhã também! Noriko: - Deixa comigo!

Noriko: - É, eu não sou do tipo vendedora de fósforos. Koji: - ???

Na outra semana...

Florista: - Essa menina é ótima, né? Verdureiro: - Vamos pedir pra ela estrelar a campanha "Compre na vizinhança"!

Fim.

-oOo-


Há um tempo para cada coisa, se você souber aguardá-lo. A expressão 夏炉冬扇 (karo tōsen) geralmente significa algo sem utilidade, como um forno (炉) no verão (夏), ou um leque (扇) no inverno (冬). Olhando-se de outra forma, é simplesmente uma questão se esperar até que eles sejam necessários.


As pessoas também precisam ter paciência até o momento em que elas brilharão. Se cumprirmos com o nosso dever, e por mais que ele pareça inútil não nos amargurarmos por isso, com certeza chegará a hora em que veremos a utilidade do que fazemos.


-oOo-


E você, já teve que ter paciência para ver a utilidade de algo? Como? Deixe seu comentário aqui.


Até a próxima e fique Zen!



Ps: gostou e quer apoiar o blog? Compartilhe:



TUDO ZEN?

Histórias em quadrinhos divertidas, estéticas e profundas sobre o Zen Budismo, publicadas em 7 idiomas, agora também em português. A sabedoria japonesa em quadrinhos, nas suas mãos!

*Respeitamos sua privacidade e oferecemos emails exclusivos

©2019 Tudo Zen? - Angelo Mokutan

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram