Ver-se objetivamente e o Honshin

O Yokota nos contou tambem que ver o honshin é algo como ver-se de fora de si mesmo. Tem um trecho da poesia de Machi Tawara que ilustra isto:


“Há também o eu que se espanta ao ver eu chorando, e a paixão começa a terminar silenciosamente”


Essas palavras falam que, olhando bem para si mesmo, é possível ver as emoções que estão dentro de você. Então você pode escolher tornar-se a pessoa triste, ou olhar a pessoa que está triste. O Zen convida a perguntar-se o que é que está triste?


Na linha Rinzai ensina-se que existe um Eu maravilhoso, o Eu que observa tranquilamente e sempre toma as decisões corretas.


Para mim isso se chama ser sincero consigo mesmo. Quando você está discutindo, e percebe que não está com a razão, você pode escolher entre adimitir que está errado ou tentar vencer através da lábia ou da força.


Porém o fato de você não estar com a razão não muda. Vale a pena forçar a barra e “vencer”? Bom, se for por um sorvete meu que está em jogo vale a pena lutar com todas as forças!



-oOo-

E você, o que faz para ver-se objetivamente? Deixe seu comentário mais abaixo.

Até a próxima e fique Zen!

Ps: gostou e quer apoiar o blog? Compartilhe:


TUDO ZEN?

Histórias em quadrinhos divertidas, estéticas e profundas sobre o Zen Budismo, publicadas em 7 idiomas, agora também em português. A sabedoria japonesa em quadrinhos, nas suas mãos!

*Respeitamos sua privacidade e oferecemos emails exclusivos

©2019 Tudo Zen? - Angelo Mokutan

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram